Cuiabá (MT), 17 de junho de 2021 - 01:51

? ºC Cuiabá - MT

Noticias

09/06/2021 05:31 Estadão Conteúdo

Menores aplicavam golpe do motel com apoio de policiais investigados em operação

"Normalmente o grupo atuava com o emprego de arma de fogo [...] as ações consistiam em apreender entorpecentes, extorquir traficantes para não serem presos além de outras extorsões de golpistas e ainda extorsões envolvendo menores de 18 anos com clientes em motéis (golpe de motel)", é o que afirma uma denúncia apresentada pelo Ministério Público de Mato Grosso (MP-MT) contra 25 pessoas entre policiais civis e militares que foram presos na operação Renegados.

Segundo o MP-MT, além de extorquir traficantes e pessoas com problemas criminais, o grupo ainda  realizava a exploração sexual de menores de idade. Ananias Santana da Silva, que foi um dos delatores durante as investigações afirmou que adolescentes eram 'contratadas' para atraírem homens para o motel, onde eles acabavam tomando bebida misturada com medicamento e acabavam perdeno a consciência no chamado golpe 'boa noite cinderela'.

O intuito da quadrilha segundo o colaborador Domingos Sávio Alberto de Santana era extorquir as vítimas por exploração sexual e outros crimes imputados a elas. Na denúncia que foi aceita pela juíza Ana Cristina Silva Mendes, da 7ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça, o MP detalha que após os encontros, as vítimas eram rastreadas com dispositivos acoplados nos veículos dos possíveis ‘alvos’ escolhidos pelo bando.

Por fim, o MP imputa ao grupo a prática de pelo menos 12 ações criminosas. Dos 25 detidos na operação Renegados, apenas uma pessoa conseguiu liberdade, enquanto as demais permanecem detidas.


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102

Patricia Bueno Mussi
[email protected]

 

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo