Cuiabá (MT), 11 de maio de 2021 - 03:35

? ºC Cuiabá - MT

Noticias

05/04/2021 14:49

Técnica de enfermagem denuncia São Judas Tadeu por tratamento que levou major da PM à morte

A técnica de enfermagem Amanda Delmondes Benicio, 38 anos, denunciou o Hospital São Judas Tadeu, em Cuiabá, por maus tratos a pacientes internados. A profissional responsabilizou a unidade de saúde pela morte do major da Policia Militar Thiago Martins de Souza, ocorrida no domingo (4) em decorrência da Covid-19.

Amanda registrou a ocorrência na 1ª Delegacia da Polícia Civil depois de ser demitida e supostamente ter sofrido ameaças por parte de gestores da unidade de saúde.

Conforme o boletim de ocorrência, a profissional denunciou aos donos do hospital que pacientes estavam sendo maltratados. Na oportunidade, ela alegou que alguns estavam caídos no chão, outros estavam sem banhos e muitos sem serem assistidos por médicos.

Na denúncia ainda consta que o administrador da unidade de saúde, chamado apenas de Lucas, conversou com Amanda depois de receber ordens dos proprietários. Na ocasião, registrada no dia 1º de abril, ele demitiu a profissional.

Ainda segundo a enfermeira, muitos dos pacientes não estão tendo atendimento clínico e nem medicamentos.

“Eles intubam de qualquer jeito o paciente. [...] Se tiver as drogas, o paciente vai continuar vivendo por conta das drogas, mas não tem sedação nenhuma naquele hospital”, disse a profissional em um vídeo à imprensa.

Morte de PM

Segundo Amanda, o major só tomou banho enquanto esteve internado no local porque ela o ajudava. E ainda, que ele foi dos que conseguiram pedir socorro antes de morrer.

“O major Thiago estava há duas semanas sem tomar banho. [...] Eu falei para ele que no meu plantão ele não ia ficar jogado”, contou ela.

Ainda de acordo com ela, uma fisioterapeuta que estava atendendo o militar realizou um procedimento com uma máscara de oxigênio de maneira errada, o que acabou sufocando ainda mais o militar.

“O Thiago gritou socorro, enfermeira e corri e arranquei a máscara dele”, explicou a técnica de enfermagem.

Amanda denunciou que para intubar o major, o hospital teve que deixar outro paciente morrer.

“Falaram na frente do Thiago, na troca do plantão, 'a gente vai ter que deixar um morrer e intubar ele'. Mas, na hora que descobriram que ele era major e que ele tinha contado (sobre os maus tratos) para uma amiga advogada, ele foi transferido de lá, mas já estava morto”, relatou Amanda.

Coren-MT

O presidente do Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso (Coren), Antônio César Ribeiro, se manifestou sobre a denúncia. Ele informou que a profissional ainda não buscou o Coren para registrar a denúncia.

O presidente disse ainda que “se está sendo imposto a ela ou a qualquer outro membro de equipe assumir condutas que contrariam os princípios éticos, que deixe em questão a segurança do paciente, ela tem o direito de denunciar ao conselho”.

Segundo ele, o conselho espera a denúncia formal da profissional, “considerando que não se trata de conduta que ela reputa a organização hospitalar é necessário que ela formalize ao conselho para o conselho tomar as medidas adequadas”.

Outro lado

Em nota, a direção do Hospital São Judas negou as acusações feitas pela técnica de enfermagem e acrescentou que irá acionar a profissional judicialmente.

Veja a nota na íntegra

O Hospital São Judas Tadeu vem, nesta oportunidade, negar veementemente todas as notícias veiculadas na data de hoje, 5 de abril de 2021, que envolvem condutas supostamente promovidas em desfavor da saúde dos pacientes.

As acusações espúrias foram proferidas por uma funcionária que trabalhou 50 dias na Instituição, e foi demitida na semana passada justamente por práticas dissonantes com as exigidas pelo Hospital e, por isso, utiliza-se dessa pauta com cunho de promover retaliação e vingança.

É evidente que as afirmações são desprovidas de qualquer fundamento e principalmente provas. Diante da gravidade, o Hospital está empenhado na adoação das medidas cíveis e criminais cabíveis em face da profissional e isso será a maior resposta que poderemos dar a população.

De qualquer forma, reforçamos que o Hospital São Judas Tadeu é uma Instituição séria e respeitada, com histórico de excelência em serviços prestados à população cuiabana há mais de 35 anos.

Sempre atuamos com profissionais sérios e comprometidos com a ética e o bem estar dos pacientes e assim permaneceremos nossa caminhada.

Fonte:https://www.hnt.com.br/

 

Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102

Patricia Bueno Mussi
[email protected]

 

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo