Cuiabá (MT), 01 de dezembro de 2021 - 18:06

? ºC Cuiabá - MT

ESPACO FITNESS - J.BARBOSA

23/11/2021 17:09

Especialistas alertam sobre os riscos das dietas líquidas ‘detox’

Apesar de parecer uma prática ultrapassada, as dietas líquidas detox vêm sendo novamente adotadas e difundidas por celebridades como Lizzo e Salma Hayek. No TikTok, hashtags como “#smoothiecleanse” e “#juicecleanse” (“limpeza com vitaminas e sucos”) acumulam milhões de postagens. Mas afinal, essa prática ainda pode ser considerada saudável?
Não se engane: não há nada de errado em consumir frutas e vegetais na forma de sucos e vitaminas. A ideia de “limpeza” é que está equivocada: substituir refeições por líquidos preocupa nutricionistas e pode ter grandes impactos negativos no organismo. Explicamos com informações da “Women’s Health”. A história por trás das bebidas detox
O conceito existe desde 1941, mas se tornou realmente popular por volta de 2006, quando a cantora Beyoncé revelou ter perdido nove quilos em duas semanas com a dieta. Na época, inúmeros estudos relatavam os benefícios dessas bebidas para a saúde — sucos de couve, frutas cítricas e cenoura foram apontados como potenciais redutores do risco de doenças cardíacas, estresse oxidativo nas células de mulheres com câncer de mama — e elas se tornaram uma das primeiras tendências virais de bem-estar.

No entanto, ao final da década de 2000, especialistas emitiram um alerta: essa obsessão estava se tornando a forma mais aceitável de transtorno alimentar da sociedade, levando ao surgimento do termo “juicerexics” (algo como “anoréxicos de suco”). A atriz Gwyneth Paltrow revela: “Já fiz ‘limpezas’ com suco no passado e, aos 20 anos, fiz a ‘Limpeza Suprema’, que após 10 dias me fez alucinar”. E alerta: “Esteja ciente: uma desintoxicação com suco pode impactar negativamente seu metabolismo e levar a um ganho de peso futuro”.As ‘limpezas’, conhecidas como ‘detox’, caíram em desuso por alguns anos. No entanto, nos últimos tempos, o princípio básico dessa prática errônea — consumir apenas frutas e vegetais de forma líquida entre um a dez dias — está sendo retomado sob as mesmas promessas: perda de peso, “desintoxicação” do organismo, pele mais brilhante, melhorias no sono e energia renovada.

Malefícios para o organismo
Não existe uma forma saudável de se consumir uma dieta exclusivamente líquida. A nutricionista Marcela Fiuza elenca enjoo, cansaço, dores de cabeça e irritabilidade como alguns dos efeitos colaterais de uma “limpeza”. Ela revela que consumir apenas sucos vitaminas no lugar de refeições é um risco à alimentação, pois a prática priva o organismo de macronutrientes essenciais. “Proteínas, carboidratos e gorduras são tão importantes quanto micronutrientes para o funcionamento do corpo, do cérebro, e dos níveis de energia”, explica. Além disso, remover a casca destes alimentos durante o preparo também pode diminuir suas fibras e nutrientes.

A nutricionista observa que o corpo humano já tem seu próprio “sistema detox”: os rins e o fígado. Sem combustível adequado, esses órgãos não são capazes de trabalhar. Sobre aumentar a imunidade, uma meta que disparou nos últimos tempos, ela comenta: “O intestino é um dos principais componentes do seu sistema imunológico, portanto, a ideia de dar-lhe um ‘descanso’ é contra-intuitiva”. Marcela ainda explica que a falta de proteínas nos sucos causa o total contrário do que promete cumprir. “Seu corpo entra em inanição como parte de um mecanismo evolucionário projetado para protegê-lo durante períodos de fome. Seu metabolismo fica mais lento para reduzir o número de calorias que seu corpo queima, fazendo com que a perda de peso pare de acontecer. Depois de voltar a comer, o peso tende a aumentar novamente”.

Além de todos os malefícios desta prática, ela ainda pode exacerbar condições pré-existentes, como anorexia, bulimia e outros transtornos alimentares.Transtornos alimentares
Se não há evidências de que limpezas detox são saudáveis ​​— e há muitos indícios de que não são — o que motivou seu reavivamento? A psicóloga e terapeuta nutricional Christy Fergusson acredita que elas nunca foram embora: “A mentalidade não mudou, mas o ‘remédio’ evoluiu ao longo do tempo para uma aparência diferente”. Para ela, dietas low carb e detox são a mesma coisa. “Transtornos alimentares prosperam no isolamento”, pontua a nutricionista Roslyn Gray. E a prática das “limpezas” ressurgiu em uma época em que eles voltaram a ganhar espaço. Ela ainda nota que a recuperação de tais transtornos pode ser ainda mais difícil sem redes de apoio próximas.

Mantenha a saúde
Todas as pessoas precisam consumir uma certa quantidade de frutas, legumes e vegetais todos os dias, por questões de saúde, e eventualmente suprir essa necessidade com um suco ou vitamina não faz nenhum mal. Apenas não deve-se substituir todas as refeições por eles.

“Fique longe de conteúdos que manifestem termos como ‘solução rápida’ e ‘desintoxicação’, bem como qualquer solução que prometa que você perderá uma certa quantidade de peso em dias ou semanas”, diz Roslyn, aconselhando cautela em relação às dietas que envolvem o corte de grupos alimentares inteiros. Além disso, ela recomenda estar ciente que celebridades e influenciadores não são autoridades em nutrição, e quem deseja perder peso deve se consultar com um profissional licenciado e seguir uma dieta adequada.


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102

Patricia Bueno Mussi
[email protected]

 

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo