"Podem ter certeza absoluta que essa pessoa será presa em um curto espaço de tempo, porque ela é tão bandida quanto os executores”, afirmou Elaine Fernandes.

Os três criminosos que executaram o crime são André Luiz Gomes, Jordão Rodrigues Neto e Maikon Douglas Alves dos Santos. Eles confessaram o assassinato e estão presos.

André Luiz foi o primeiro a ser encontrado. Ele foi preso em uma operação policial no dia 3 de julho, dois dias após o latrocínio, em Cáceres (214 km de Cuiabá-MT).

Jordão Rodrigues se entregou à polícia nesta terça-feira (9). Ele já possui uma condenação por tráfico de drogas e estava em liberdade condicional, monitorado por tornozeleira eletrônica.

Já Maikon Douglas, o último a ser preso, se apresentou na delegacia nesta quarta-feira (10). O acusado já possui passagens criminais por roubos e furtos.

O crime

Sandra foi assassinada nesta na noite do dia 1º de julho, no momento em que chegava em casa de carro e foi abordada pelo trio que a esperava do lado de fora da garagem. Ela apertou a buzina do veículo para chamar a atenção do marido, que estava dentro da residência, quando sofreu um disparo no pescoço.

A assistente social foi socorrida por familiares, que a levaram para o Pronto-Socorro de Várzea Grande, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu por volta de meia-noite.

O crime foi monitorado por câmeras de segurança que comprovaram que os criminosos esperaram a vítima por mais de três horas, em um imóvel que passava por reformas, próximo a casa de Sandra.

 

JOÃO FREITAS