Cuiabá (MT), 31 de outubro de 2020 - 12:33

? ºC Cuiabá - MT

Noticia

VOLTA ÀS AULAS / MT 09/10/2020 10:49 Por G1 MT

Volta às aulas presenciais dependem de aval das autoridades de saúde sobre condições sanitárias em MT, diz Seduc

Todas as ações devem observar rigorosamente as orientações das autoridades de saúde para redução dos riscos de contágio, devendo a Seduc emitir protocolos específicos para atividades escolares.

A volta às aulas presenciais na rede estadual aguarda aval das autoridades estaduais de saúde sobre as condições sanitárias adequadas em Mato Grosso. A decisão consta no Plano Pedagógico Estratégico formulado pela Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e aprovado pelo governo.

O decreto Nº 662, de 6 de outubro, que aprova o plano, foi publicado na quarta-feira (7) no Diário Oficial do Estado.

O Plano Estratégico está sendo implementado em duas etapas. A primeira iniciou no dia 3 de agosto, com atividades não presenciais. A segunda etapa prevê aulas presenciais somente a partir do momento que houver condições sanitárias e baixo risco de contaminação pelo novo coronavírus.

Conforme o decreto, todas as ações devem observar rigorosamente as orientações das autoridades de saúde para redução dos riscos de contágio, devendo a Seduc emitir, de forma conjunta com a Secretaria Estadual de Saúde, protocolos específicos para atividades escolares.

A partir desse protocolo, a Seduc deve montar uma cartilha para instruir as escolas a se prepararem para o momento de retorno.

Nesta sexta-feira (9), termina a pesquisa com os pais para saber a opinião deles sobre a possibilidade de retorno das aulas presenciais. Os dados vão orientar a Seduc na tomada de decisão quanto ao eventual retorno das aulas presenciais.

Cuiabá

Em Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro editou, na quinta-feira (1º) o decreto nº 8.132, e prorrogou o prazo de suspensão das atividades presenciais nas unidades educacionais. Até agora, foi autorizado somente o retorno das aulas em escolas particulares para crianças de 2 meses a 4 anos, em Cuiabá. Nas demais, as aulas estão suspensas desde março por causa da pandemia da Covid-19.

O novo documento não muda as orientações do decreto anterior, que permitiu o retorno gradual e seguro das atividades presenciais nas unidades de ensino privadas de Cuiabá, para alunos do berçário I e II e maternal I.

Cuiabá possui 164 unidades educacionais na rede pública municipal.

De acordo com a prefeitura, são mais de 52 mil alunos, além de 55 mil alunos na rede privada, o que totaliza aproximadamente 107 mil estudantes.


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102

Patricia Bueno Mussi
redacao@maxnoticias.com.br

 

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo