Cuiabá (MT), 20 de setembro de 2019 - 21:27

? ºC Cuiabá - MT

Noticia

09/09/2019 11:30

Forças especiais monitoram quadrilhas que explodem caixas eletrônicos

RAUL BRADOCK

 

Bope (batalhão de Operações Especiais), Rotam (Rodas Ostensivas Tático Metropolitanas e as Forças Táticas de Cuiabá e Várzea Grande passam a fazer um maior policiamento nas ruas com o intuito de premir ataques e explosões contra agências bancárias.

A determinação é do Comando Geral da Polícia Militar de Mato Grosso e ocorre após série de ataques. Num período de 12 dias, 5 ações foram registradas.

Em entrevista ao ReporterMT, Assis afirmou que a ação ocorre por tempo indeterminado. As declarações foram feitas durante o desfile de 7 de Setembro, em Cuiabá.

“Desde de semana passada colocamos um reforço, principalmente na madrugada. O Batalhão de Operações Especiais vai estar na rua por tempo indeterminado. Temos também a Rotam e as duas Forças Táticas de Cuiabá e Várzea Grande que estarão buscando demonstrar a ostensividade no intuito de barrar esse tipo de ação”, disse.

RepórterMT

Coronel Assis, no desfile de 7 de Setembro.

O comandante pondera, porém, que houve uma redução nos ataques se comparado com o ano passado. A diferença é o intervalo de tempo em que os atentados aconteceram este ano.

“O que precisa ficar claro é que, se comparar 2019 e 2018, tivemos menos ataques ou invasões a bancos, porém, essas aqui aconteceram seguidamente.  Estamos prontos para dar resposta. A minha determinação é essa, que coloquemos as forças especializadas nas ruas, junto com nossos batalhões de área”, finalizou o comandante.

Linha cronológica

Dia (22/08): Caixa estourado Itaú do bairro CPA 2 e agência do Banco do Brasil invadida na região central da Capital. Ninguém foi preso.

Dia (28/08): Quatro bandidos tentam arrombar caixas eletrônicos do banco Itaú, localizado no bairro Novo Terceiro, em Cuiabá. Ninguém foi preso.

Dia (30/08): Cinco bandidos saíram de Cuiabá para praticar um furto à agência bancária na cidade de Araputanga e tiveram a ação frustrada pela Polícia Civil, após investigação da GCCO.

Dia (03/09): Ataque ao Banco do Brasil no bairro CPA 2, em Cuiabá. 9 pessoas presas e um menor apreendido no dia seguinte, pela GCCO. R$ 165 mil foram recuperados.


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102
redacao@maxnoticias.com.br

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo