Cuiabá (MT), 11 de dezembro de 2017 - 18:16

? ºC Cuiabá - MT

Noticia

04/10/2017 18:46

Empresário colabora com investigações e é solto pelo Tribunal de Justiça Por: Da Redação

O desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Orlando Perri, determinou a soltura do empresário José Marilson da Silva, preso na última quarta-feira (27) durante a deflagração da Operação Esdras. O pedido de soltura havia sido solicitado pela delegada Ana Cristina Feldner, pois Marilson estaria colaborando com as investigações. “Consoante se infere do expediente encaminhado pelas autoridades policiais, responsáveis pela deflagração da ‘Operação Esdras’, a atual situação de José Marilson da Silva é diametralmente oposta àquela no momento de sua prisão, em face de sua colaboração nas investigações”, diz trecho da decisão de Perri.

“Portanto, se havia indícios suficientes de participação de José Marilson da Silva na organização criminosa, dado que, até aquele estágio das investigações eram fortíssimos os elementos de que o aludido investigado estivesse com o rack do Sistema Sentinela, tal conclusão modificou-se com seu seguro e convincente depoimento, não subsistindo, por ora, os motivos que autorizaram a decretação da prisão preventiva, máxime o pressuposto atinente ao periculum libertatis.", diz outro trecho da decisão.

José Marilson foi preso juntamente com outras 15 pessoas, entre elas, o ex-secretário de Justiça e Direitos Humanos, coronel PM Airton Siqueira, o ex-secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, e o ex-chefe da Casa Militar, coronel Evandro Lesco, sua esposa Helen Lesco, o então secretário de Segurança Rogers Jarbas, o sargento PM João Ricardo Soler e o major PM Michel Ferronato. Todos são acusados de tentar obstruir as investigações.

 

 


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102
maxnoticiascontato@gmail.com

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo