Cuiabá (MT), 31 de outubro de 2020 - 11:51

? ºC Cuiabá - MT

JUSTIÇA

Caso André do Rap 12/10/2020 19:14

Caso de André do Rap deveria ter sido julgado por Rosa Weber

Traficante foi preso em operação que é de relatoria da ministra, portanto, o habeas corpus não poderia ter sido concedido por Marco Aurélio

  O pedido de habeas corpus do traficante André Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap não deveria ter sido julgado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello. A prisão do narcotraficante ocorreu no âmbito da Operação Oversea, cuja relatoria é da ministra Rosa Weber.

Essa questão foi alvo de decisão do ministro Dias Toffoli, em junho, quando ocupava a Presidência do Supremo. Na ocasião, Rosa levou a Toffoli o tema, após pedido de outro integrante da quadrilha de André do Rap que apontava a prevenção do ministro Marco Aurélio.

Posto em liberdade no último sábado, 10, após decisão do decano da Corte, Rap é um dos chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC), facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios paulista. Horas depois do habeas corpus, o presidente da Corte, ministro Luiz Fux, revogou a liminar e determinou a volta do traficante para o presídio.

Desde ontem, a Polícia Militar de São Paulo tenta recapturar o traficante. Contudo, investigadores afirmam que André do Rap teria fugido para o Paraguai.


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102

Patricia Bueno Mussi
redacao@maxnoticias.com.br

 

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo