Cuiabá (MT), 27 de fevereiro de 2020 - 18:36

? ºC Cuiabá - MT

Esporte

10/02/2020 08:18

Fernando Diniz cobra melhora no ataque do São Paulo: "Estamos todos os jogos no limite"

Por Marcelo Hazan — Santo André

São Paulo criou, criou, criou, mas não conseguiu virar sobre o Santo André neste domingo à noite, no estádio Bruno José Daniel, pela quinta rodada do Campeonato Paulista. O técnico Fernando Diniz, insatisfeito com a derrota por 2 a 1, lamentou as chances desperdiçadas e cobrou uma evolução dos jogadores.

– Claro que foi o ponto negativo do time de novo: inúmeras chances criadas e a gente não conseguiu aproveitar. Temos de começar a fazer os gols para vencer os jogos e ter uma margem para uma falha ou outra. Estamos todos os jogos no limite. E não foi só esse jogo. Tirando o jogo contra o Palmeiras, os outros jogos os goleiros foram os melhores contra o São Paulo. É uma coisa que precisa melhorar – disse o treinador.

Já perdendo por 2 a 0 no intervalo, Fernando Diniz ousou no início do segundo tempo. Tirou um zagueiro para colocar um atacante: saiu Anderson Martins e entrou Everton. Questionado sobre a alteração, o técnico se explicou e disse ter visto resultado.

– Para quem acompanha os meus trabalhos não é inusitado. Já fiz isso várias vezes. Foi uma coisa pensada, estudada... E deu certo. Tivemos volume, ficou menos vulnerável o contra-ataque no segundo tempo com essa formação.

Fernando Diniz também reconheceu as falhas de seu sistema defensivo, mas alertou para um erro da arbitragem. De acordo com Sandro Meira Ricci, na Central do Apito, o primeiro gol do Santo André foi ilegal, já que Ronaldo, no início da jogada, estava em posição irregular.

– Eu acho que... começando pelo primeiro gol, a arbitragem errou. A origem do escanteio, o jogador do Santo André estava impedido. Depois a gente teve uma falha, não tinha ninguém do rebote. E depois tivemos uma falha importante de marcação no segundo gol, uma falha coletiva. Ataque, de fato, foi um só, na defesa do Volpi. A equipe teve um volume grande. As falhas são corrigíveis. Temos de continuar criando, mas sem dar chance ao adversário – completou Diniz.

Com a derrota, o São Paulo caiu para terceiro lugar no Grupo C do Campeonato Paulista. A equipe comandada por Fernando Diniz tem oito pontos, um a menos do que os líderes. O Tricolor volta a campo no sábado, às 19h, contra o Corinthians, no Morumbi.

Veja outros trechos da entrevista do treinador:

Solução dos problemas

– Na prática, a gente tem que fazer gol e não tomar para a gente não ficar sempre no limite. A gente tem de ganhar jogo. Não tem como a gente ficar justificando jogar bem. Não precisa jogar mal para ganhar. Se você cria muitas chances, está mais perto de ganhar.

Clássico contra o Corinthians

– Clássico todo mundo se supera. Corinthians terá dias para se recuperar. O melhor é ter semana cheia para trabalhar, mas isso é fator menor para o clássico.

Erros da arbitragem

– Tem que colocar a bola para dentro. Não tem muita explicação. E enquanto não faz, não pode tomar, porque a gente poderia ter evitado os dois gols do Santo André. E se a gente evita os dois gols do Santo André e arbitragem não tivesse errado, a gente teria ganhado. E na quarta-feira também se não tivessem errado, a gente teria ganhado.

Alexandre Pato

– O Pato está jogando de atacante. Tem hora que está fixo, tem hora que está na direita, na esquerda. É questão de a bola entrar. Hoje não marcou de novo, mas ele está evoluindo.

Campo desgastado pela chuva

– Não é o mais importante, mas o campo, de fato, prejudicou muito mais o São Paulo do que o Santo André.


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102
redacao@maxnoticias.com.br

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo