Cuiabá (MT), 19 de abril de 2019 - 13:16

? ºC Cuiabá - MT

Entretenimento

10/01/2019 09:50 portalpopline.com.br

Lady Gaga fala sobre polêmica envolvendo R. Kelly e irá retirar “Do What U Want” de seu catálogo digital

Desde a veiculação da série documental “Surviving R. Kelly”, onde várias vítimas de abuso sexual protagonizada pelo cantor falaram ao público sobre as terríveis experiências, o mundo da música vem pedindo por uma retaliação apropriada a R. Kelly.

O cantor agora está sob investigação criminal pela polícia de Chicago e todos os artistas que já colaboraram com ele sofreram cobranças para se posicionar contra o cantor e suas atitudes contra todas aquelas mulheres. É o caso de Lady Gaga.

A cantora, que gravou com R. Kelly a música “Do What U Want” para o álbum “ARTPOP”, foi uma das mais duramente cobradas pelo público para se posicionar contra o cantor, e ela assim o fez. Em comunicado veiculado em suas redes sociais, Lady Gaga acredita que todas as acusações feitas contra R. Kelly são “indefensáveis” e ela demonstra publicamente seu apoio à todas as vítimas de abuso sexual, não só do cantor.

Além disso, Lady Gaga prometeu tentar retirar sua parceria com R. Kelly de seu catálogo musical nas plataformas digitais.

Confira o comunicado completo, em português:

View image on Twitter
 
 
 “Eu apoio essas mulheres 1000%, acredito nelas, sei que elas estão sofrendo e com dor, e acredito fortemente que suas vozes devem ser ouvidas e levadas a sério.

O que eu estou ouvindo dessas alegações contra R. Kelly é absolutamente horrorizante e indefensável. Como uma vítima de abuso sexual, eu fiz tanto a música como o vídeo em um momento obscuro em minha vida, minha intenção era de criar algo extremamente desafiador e provocador porque eu estava com raiva e ainda não tinha processado o trauma que tinha acontecido em minha própria vida.

A música se chama ‘Do What U Want (With My Body)”, eu acho que está claro como meu pensamento no momento estava explicitamente bagunçado. Se eu pudesse voltar e conversar com minha versão mais jovem eu falaria a ela para ir para a terapia que eu estou fazendo desde então, para que eu pudesse entender o confuso estado pós-traumático que eu estava na época – ou se a terapia não estivesse disponível pra mim ou qualquer pessoa em minha situação – procurar ajuda, e falar o mais abertamente e honestamente possível sobre o que nós passamos.

Eu não posso voltar atrás, mas eu posso seguir em frente e e continuar apoiando mulheres, homens, e pessoas de todas as identidades sexuais, e de todas as raças, que são vítimas de abusos sexuais.

Eu tenho demonstrado meu posicionamento nesse assunto e em outros muitas vezes em minha carreira. Eu compartilho isso não para fazer desculpas para mim mesmo, mas para explicar. Até que aconteça com você, você não sabe como é. Mas eu sei como eu me sinto agora.

Eu pretendo retirar essa música do iTunes e outras plataformas de streaming e não irei trabalhar com ele novamente. Me desculpe, tanto pelo meu péssimo julgamento quando era mais jovem, como por não ter falado antes. Eu amo vocês.”


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102
redacao@maxnoticias.com.br

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo