Cuiabá (MT), 24 de julho de 2017 - 06:41

? ºC Cuiabá - MT

Economia

13/07/2017 16:33

Liquida de até 70% atrai cerca de 100 mil pessoas às ruas; Procon alerta

 

Por: CAMILLA ZENI

 

Quem precisa ir ao centro de Cuiabá para realizar alguma pendência, ou pretende, até mesmo, fazer compras, encontra as ruas lotadas de pessoas, e e precisa de manobras para deviar de pessoas e sacolas. Durante esta semana é realizada a Liquida Centro, quando os lojistas oferecem descontos de até 70% em seus produtos, e, para garantir a segurança dos consumidores, o Procon alerta e a Polícia Militar trabalha com efetivo dobrado na região.

Consumidores aproveitam liquida para renovar produtos 

O evento foi incorporado ao calendário oficial de Cuiabá, a partir deste ano, e, conforme o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Cuiabá (CDL), Nelson Soares Júnior, cerca de 100 mil pessoas devem passar pelo centro de Capital durante os dias da campanha, promovida pelo sindicato de Tecidos, Confecções e Armarinhos (Sincotec).

HiperNotícias esteve na região durante esta terça-feira (11) para conferir a movimentação.  São mais de 300 lojas em promoção com até 70% de desconto. Para alguns consumidores, a ida ao calçadão valeu a pena. Quem se programou, conseguiu comprar diversos itens com preços mais acessíveis. No entanto, as lojas oferecem produtos com valores variados e para todos os bolsos.

Para garantir a segurança dos clientes, o policiamento na região também foi reforçado na região. Segundo o tenente Moessa, que coordenava as operações, a Polícia Militar mobilizou mais de 60 militares para atuarem na região durante todo o dia.

Desde o início da operação, poucos casos de furtos foram registrados, sendo que nenhum aconteceu na região da Liquida, mas em outras partes que compreendem o centro, como o Morro da Luz.

O aumento do efetivo de policiais permite a tranquilidade dos compradores. “Eu vi uns policiais lá em cima com a viatura e tem uns lá embaixo também. Está bem melhor pra andar, porque inibe os furtos”, comentou uma cliente. “A gente fica mais à vontade, né”.

A ação da polícia é refletida diretamente nas vendas. Conforme os comerciantes, o aumento na movimentação é nítido, mas afirmaram que, em comparação com o ano anterior, o valor ainda está baixo. A classe acredita que, até sábado (15), quando acaba a promoção, as vendas podem bater as expectativas, que, conforme a CDL, é de crescimento de 20 a 25%.

Para garantir a segurança do cliente nas compras, o Procon disponibilizou cinco agentes para fiscalizar o comércio. Por orientação do órgão, as lojas devem expor o Código de Defesa do Consumidor (CDC) para que os cidadãos possam consultá-lo caso se sintam lesados.

Entre as maiores reclamações de consumidores durante as campanhas de liquidação está a possibilidade de troca de produtos. Conforme o órgão, este quesito é critério das lojas e os comerciantes precisam avisar os clientes por meio de placas alocadas em locais visíveis.

 


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102
maxnoticiascontato@gmail.com

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo