Cuiabá (MT), 26 de fevereiro de 2021 - 03:38

? ºC Cuiabá - MT

Curiosidade

17/01/2021 18:37 Reporter MT

ELIMINOU 66 KG: Cuiabana vira influencer após relatar transformação "sem moagem"

Ketlin usa as redes sociais para motivar outras pessoas no processo de emagrecimento e também para manter o foco.

A jovem cuiabana Ketlin Bassan, 22 anos, conseguiu eliminar 66 quilos e vencer a obesidade após se cansar dos julgamentos que a rodeavam devido aos seus quilos a mais. Em abril de 2018 ela tomou a decisão de passar por uma cirurgia bariátrica e fazer uma mudança total de vida. Nas redes sociais ela usa a própria história, em relatos diretos, para influenciar outras pessoas no processo de emagrecimento.

Desde então, uma alimentação saudável e a prática de atividades físicas começaram a fazer parte da vida de Ketlin. Ela saiu dos 130 quilos para 64 kg atualmente. 

Ao RepórterMT, a jovem disse que mesmo com a cirurgia, não foi e nem é um processo fácil.

É muito difícil para alguém que está acostumado a comer descontroladamente e sem limites, do dia pra noite não conseguir comer mais que duas garfadas. O processo após a cirurgia não foi fácil, pois estava acostumada com uma realidade, dormi e acordei em outra”, disse.

Ainda segundo Ketlin, além dos julgamentos sobre o seu peso, uma das motivações também foi melhorar a qualidade de vida e ter uma expectativa de vida melhor. Em uma das postagens na rede social, ela conta também que estava cansada de comentários “que toda pessoa gorda recebe, do tipo “seu rosto é tão bonito””.

Para conseguir manter o foco durante todo o processo, ela tem o hábito de rever algumas fotos do passado para se lembrar de como era.

No ano de 2020, ela fez duas cirurgias para eliminar o excesso de pele, processo que foi relatado por ela no Instagram. Ketlin Bassan conta, ‘sem moagens’ suas experiências para influenciar outras pessoas a também fazerem mudanças de vida. Ela afirma que sempre gostou do envolvimento nas redes e foi tornando natural compartilhar as experiências.

“Isso aumentou quando eu comecei a atrair pessoas que se identificavam com a minha história. Pessoas que sofriam bullying por serem gordas, pessoas que, assim como eu já tinham sofrido até mesmo para encontrar uma roupa que ficasse legal. Dessa forma, entendi que essas pessoas não estavam ali por acaso, e que eu tinha o papel de influenciar, inspirar e ajudar o máximo que eu pudesse através das minhas experiências e realidade”.


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102

Patricia Bueno Mussi
redacao@maxnoticias.com.br

 

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo