Cuiabá (MT), 05 de agosto de 2020 - 20:51

? ºC Cuiabá - MT

CORRUPÇAO

Operação Topique 27/07/2020 11:48

Governo petista do Piauí tinha contratos de R$ 96,5 milhões com empresas investigadas

De acordo com a PF, são investigados os crimes de organização criminosa, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e crimes de licitação.

  A terceira fase da Operação Topique da Polícia Federal (PF), que tem como alvo o governador do Piauí, Wellington Dias, e sua esposa, a deputada federal Rejane Dias, mira desvios na Secretaria de Educação praticadas por empresas que, mesmo após duas fases da ação, ainda mantêm R$ 96,5 milhões em contratos com o estado, informa a Crusoé.

De acordo com a PF, são investigados os crimes de organização criminosa, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e crimes de licitação.

A Polícia Federal alega que os desvios eram praticados por meio de pagamentos superfaturados nos contratos de transporte escolar obtidos por empresas que se organizaram em um consórcio. De acordo com a PF, o arranjo entre as empresas era “criminoso, estável e estruturado, simulava concorrência em licitações e, com participação de servidores públicos, se beneficiava de contratos fraudulentos”.

A PF também apura se o mesmo grupo de empresas atua em outras fraudes em contratos com municípios do Piauí assinados desde 2008. Há indícios de que o modelo criminoso também se replicou em outras secretarias do governo estadual.


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102

Patricia Bueno Mussi
redacao@maxnoticias.com.br

 

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo