Cuiabá (MT), 21 de novembro de 2018 - 01:38

? ºC Cuiabá - MT

CIDADES MT

06/11/2018 11:53

Mãe e filho são presos em MT por golpes aplicados pela internet

A Polícia Civil de Sergipe deflagrou uma operação nesta terça-feira (6) para prender integrantes de uma quadrilha que aplicava golpes pela internet. Entre os presos, há uma mulher e seu filho, moradores de Rondonópolis (210 km ao Sul de Cuiabá). 

Segundo a investigação, os criminosos plagiavam anúncios de veículos no site OLX após entrar em contato com o vendedor verdadeiro e, geralmente, mudavam apenas os valores, para atrair a atenção de outros compradores.

Então eles enganavam as duas pessoas e faziam com que as vítimas não tocassem no assunto de valores durante o encontro para ver o veículo e, ao final, o depósito ia para a conta de um deles. 

"O número de vítimas não foi estimado ainda, mas o prejuízo é de mais de R$ 400 mil em internautas de Sergipe. Através de levantamento que fizeram durante seis meses, pudemos descobrir essa ação e que eles teriam ramificações em Sergipe (Itabaiana) e Mato Grosso (Rondonópolis)", explicou a delegada Lauana Guedes, que atuou no caso.

Foram cumpridos nove mandados de prisão, sendo sete em Sergipe e os dois de Rondonópolis.

"Eles atuavam de diversas formas. O golpista se passava como vendedor para um e como comprador para outra pessoa. Eles chegavam a ir ao cartório para reconhecer firma. A pessoa via o carro e ficava interessada em fechar negócio. O golpe se dava no momento da transferência do dinheiro, pois eles davam a conta de um deles", explicou a delegada.  

A ação coordenada pela delegada Lauana Guedes contou com mais de 30 policiais. A Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Copci) auxiliou com uma equipe de local de crime. A Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol) prendeu no Mato Grosso o líder da associação criminosa, M.C., e a mãe dele,M.C.C..

O acusado tinha em mãos R$ 9.850 no momento da prisão em Rondonópolis. Em Mato Grosso, a Polícia Civil de Sergipe teve auxílio da Diretoria da Agência Central de Inteligência da PM-MT, além da Agência Regional de Inteligência do 4º Comando Regional da PM-MT e da Delegacia de Roubos e Furtos de Rondonópolis.

 "Não ficou claro ainda se havia uma divisão efetiva de tarefas, o que havia era uma liderança, que era M.C., responsável por conseguir as primeiras informações para plagiar o anúncio. Ele fazia isso de lá de Mato Grosso mesmo junto com a mãe. Nesse grupo todos os envolvidos são parentes ou amigos”, disse a delegada. Segundo ela, um dos acusados é primo e o outro é irmão de M.C.

A delegada finalizou alertando a população para esse tipo de golpe, para que as pessoas sejam mais cautelosas ao fazer esse tipo de negociação pela internet, principalmente na hora do pagamento.

"Antes de finalizar a negociação é bom conferir todos os dados, principalmente de conta bancária, e ter muito cuidado. Nem tudo na internet é 100% seguro. Se a pessoa pedir pra omitir dados desconfie, não depositem dinheiro na conta de terceiros, pois é aí muitas vezes que eles aplicam o golpe", afirmou.

Fonte:http://www.midianews.com.br


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102
redacao@maxnoticias.com.br

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo