Cuiabá (MT), 16 de outubro de 2018 - 02:11

? ºC Cuiabá - MT

Cidades

Tragédia 19/12/2017 22:22 Fonte: G1

Por causa de WhatsApp, marido executa a esposa grávida de oito meses à tiros

A mulher estava grávida de oito meses. O bebê também morreu. O crime chocou a pacata cidade de Serrinha, na Bahia.

Serrinha, BA - O marido de Daiane Reis Mota, a jovem grávida encontrada morta no domingo (17), confessou que cometeu o crime por ciúmes depois de ter encontrado mensagens no aplicativo WhatsApp do celular da vítima, de acordo com a Polícia Civil. O conteúdo das mensagens não foi informado.

A jovem grávida encontrada morta no domingo (17), confessou que cometeu o crime por ciúmes depois de ter encontrado mensagens no aplicativo WhatsApp do celular da vítima, de acordo com a Polícia Civil. O conteúdo das mensagens não foi informado.

ATENÇÃO: Acompanhe as noticias de Rondônia curtindo nossa página no Facebook, CLIQUE AQUI. 

Adilson Prado Lima Júnior foi preso no fim da tarde de domingo. Segundo a polícia, Daiane estava com oito meses de gestação e o parto estava marcado para a úlitma segunda-feira (18), mas o bebê que ela esperava não sobreviveu.

Ainda de acordo com a polícia, Adilson matou a mulher com um tiro na nuca, na tarde de sábado (16), depois de ter chamado Daiane para comprar um terreno. Inicialmente, ele denunciou à polícia que ela estava desaparecida, mas depois acabou confessando o crime.

“Ele diz que levou ela para lá, dizendo ia comprar um terreno, e ela foi andando na frente dele. Ele atirou nela e depois quis se matar, mas não conseguiu”, diz o delegado Hildebrando Silva, coordenador de polícia da região em exercício. Ele foi indiciado pelo crime de feminicídio e deve ser levado ao presídio de Serrinha.

CRIME

O corpo de Daiane foi encontrado por volta de 8h30 de domingo, em um matagal no povoado de Murici, por ciclistas que faziam trilhas e chamaram a polícia.

Após ser preso, o marido disse à polícia que voltou para casa depois do crime. Durante a noite, ele disse à família da jovem que ela havia desaparecido após ficar em uma loja para fazer compras. A polícia desconfiou da versão e constatou por câmeras de segurança que os dois haviam saído de casa juntos, no carro do irmão de Daiane.

Adilson também afirmou que escondeu o celular da vítima para dificultar a identificação do corpo.

O sepultamento da jovem ocorreu sob forte comoção, reunindo familiares e amigos, no Cemitério Jardim das Acácias, do bairro Cidade Nova, na manhã de segunda-feira (18).


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102
redacao@maxnoticias.com.br

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo