Cuiabá (MT), 15 de setembro de 2019 - 18:15

? ºC Cuiabá - MT

Brasil

10/09/2019 17:33 www.rdnews.com.br

Pescador filma mortalidade de peixes no rio Teles Pires, em Itaúba

escador indignado com a mortalidade de peixes, no rio Teles Pires, em Itaúba (a 572 km de Cuiabá), nesta segunda (9), percorreu 100 metros de barco a motor e filmou, mostrando grande diversidade boiando. “Olha o tamanho desta Matrinchã morta, dá uma olhada, enorme. É peixe e mais peixe descendo morto”, lamenta.

Segundo ele, o desastre ambiental, na região amazônica, é de responsabilidade da Usina Hidrelétrica Sinop, instalada no Teles Pires.

No vídeo, o pescador indignado chama atenção do governador Mauro Mendes e de deputados para o impacto da usina no rio. Pede o embargo da hidrelétrica, alegando que este não é o primeiro desastre ambiental que já provocou.

“Senhor governador, o senhor está querendo fazer uma lei para a gente ficar 5 anos sem pescar, mandar lá para os deputados, ver se vão aprovar...o senhor tem que tomar providências é contra esta usina e não contra nós que somente sobrevivemos do rio", pressiona.

O pescador ressalta ainda que, para pescar o volume de peixes mortos desta vez, demorariam "mais de ano" e mesmo assim a categoria é que é apontada com agressora. Comenta também que a água suja, cheia de lodo, mata a fauna aquática asfixiada. "Como os peixes respiram? Não tem como."

No vídeo, ele cita diversas espécies afetadas: mantrinchã, cachorra, pacu, pião, mandi, espada e outros.

Reclama ainda que o pescador, quando está irregular é preso, multado pelo Governo e o mesmo não ocorre com os grandes empresários do setor hidrelétrico. 

Outro lado

Desde 2013, a usina tem autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para produzir de energia. A concessão é de 35 anos. A barragem fica em Cláudia (margem direita do rio) e Itaúba (margem esquerda). O reservatório abrange Cláudia, Itaúba, Ipiranga do Norte, Sinop e Sorriso, no Norte de Mato Grosso.

Em nota, a empresa Sinop Energia que conduz o empreendimento confirma o fonêmeno de ontem e diz que avisou imediatamente à Secretarial Estadual de Meio Ambiente (Sema). A Sema já estaria investigando o dano. Coloca-se também a dipsotição para repassar informações sobre o monitoramento da qualidade da água.

“A Sinop Energia não mede esforços financeiros e pessoais para atendimento às exigências ambientais, buscando sempre minimizar ou compensar os possíveis impactos ambientais previstos nesse tipo de empreendimento”, finaliza a nota.


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102
redacao@maxnoticias.com.br

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo